SETEMBRO 2012: RENASCIMENTO DE JESUS/ JOSHUA/SANANDA EM BRASÍLIA


TODOS OS TEXTOS SÃO RETIRADOS DO BLOG DE ROSANE AMANTÉA, GRANDE IRMÃ DA SENDA ESPIRITUAL QUE RESPEITO, ADMIRO E SIGO COM MEU CORAÇÃO POIS TUDO QUE VEM DESTA, SÃO MENSAGENS MUITO PRÓXIMOS ÀS QUE TB RECEBO  E REINTERO AQUI SUA VERACIDADE ! 
DORIANA TAMBURINI

http://rosane-avozdoraiorubi.blogspot.com.br

Só entendi alguns sinais q recebi hj , outro de minha amiga Carla Ludwig essa semana...e de Rosane Amantéa q já havia dado o sinal ano passado e estivemos juntas preparando e evento.. nesse 6 de Janeiro percebemos Sua Divina Concepção...portanto é mais um sinal p quem deseja e está pronto p sentir e ouvir...


MENSAGEM DE SANAT KUMARA 

                                          ENTRE OS LÍRIOS DO AMANHÃ !  

                                                                                          A RENÚNCIA DE JESUS


Em  Hosanas  de glórias ao Pai generoso, nosso Deus- Pai e nosso Deus- Mãe, hoje, em meio às benesses de portentoso cortejo de Kumaras e anjos, além do respaldo vibratório de guardiões da chama sagrada da vida , os que zelam pela execução do Plano Divino sobre a Terra, e pela vitória das almas eleitas para abastecerem de esperança as mônadas  inteligentes terráqueas que surgiram na Terra através do sopro divino, e as trazidas por nós, em naves e em fulcros ou tubos plasmados pela nossa engenharia sideral,  chego hoje investido do mister de vos dizer que algo sublime e encantador, de êxtase angelical,  aproxima-se de vós, por  gesto inolvidável de RENÚNCIA DE JESUS: 

Os lírios crísticos voltam a florir nos jardins dos céus e nos jardins da Terra, pois ele, em breve,  estará entre vós !

Para todos nós que conhecemos os poderes miraculosos das flores em vosso planeta, e sendo que todos juntos as projetamos, houve uma espécie delas, os lírios, por desenho eleito por Jesus, especialmente, para sacramentar as suas passagens pelos orbes onde desceria para ensinar aos seus povos sobre o Amor do Pai, que se tornaram marcas indeléveis de seu espírito magnificado.

Dentre os seres ligados às plasmações das formas e à escolha dos ingredientes vibráteis do elemento ar, de atributos voláteis, que conferem os aromas , esses olores que se elevam pelos ares até suas ondas matrizes no espaço infinito, louvamos hoje os samaritanos crísticos, guardiões dos lírios crísticos, que compõem uma ordem celestial especial, pois que velam pela nova egrégora na Terra : a dos novos tempos Críiticos, a dos dos Lírios  sagrados da Nova Concepção de Jesus Cristo, para a Assunção da Terra a um grau de homogeneização de sentimentos e valores confraternizados.

Eis-nos e eis-me aqui, em plena comunhão de empenhos extraordinários entre o céu  e a Terra, na esfera de conexão mais inusitada pela nossa anfitriã, uma parte inquestionável da chama gêmea de Mestra Nada!

Nossas programações seguem o curso das informações que os seres humanos precisam com mais urgência, pois buscam os povos, tão avidamente, por um pastor de almas que lhes dê novamente a segurança num porvir, tão insólitas estando as perspectivas e tão confusas as suas expectativas, após terem partido para os planos espirituais vários dos seus mais sagrados gurus e mestres, em várias nações de vosso planeta em rebuliço valorativo assustador.

 Com somente noticias espetaculares ou dramáticas sobre o aporte de seres extraterrestres em chegada ao planeta, e sondando , de forma  hipnoticamente incansável, as almas que buscam no além alguma fonte de esperança,  em viagens galácticas abstratas, sonham aquelas apenas com naves em descida coletiva frente aos governos e sumidades terrenas e sofrem , de antemão, por alarmes incógnitos, passíveis de mudanças de percurso e de intensidade, pela chegada à Terra do seu mais augusto Redentor:  Jesus Cristo está voltando entre coroas de luzes e lírios galácticos para dar rumo novo aos seus rebanhos perdidos nas convicções de tantas inocentes notícias de finalizações de esperanças e de precipitado apogeu de vitórias dimensionais.

Nosso intento é o de louvar a era planetária que se aproxima de todas as vossas vidas, as quais acompanhamos , e em sintonia permanente convosco, como  velhos avôs que somos de toda essa confraria de vossas comunidades espraiadas pelas metrópoles da Terra, pelos campos e pelos litorais, pelos penhascos gramados, pelos templos de todas s as ordens e doutrinas, pelos lugarejos onde Cristo e Buda passaram,  Krishna  e  Gandhi,  e tantos mais, nossas almas irmãs congregadas na mesma chama da Luz da Evolução Infinita que todos os nossos seres palmilham, em graus e degraus de absolutas e indescritíveis romarias de aprendizado e luta pela vitória de nossas almas itinerantes no oceano misterioso da matéria física, ainda que quintessenciada  e nulificada em nossos reinos de dimensões superiores.

Um dia se derramou sobre a Terra, pela inextinguível sabedoria divina,  pela inexorável lei de justiça galáctica, e pelo sempre fiel dedo da providência divina, apontando, com todos os seus propósitos insondáveis e incognoscíveis, para vós e para nós, as coisas todas que se processariam em vários territórios do Cosmos, a Perfeita Presença do Filho de Deus.

        A Perfeição Criadora ainda nos assombra, mesmo com a nossa história de éons pelas galáxias de vários universos físicos e adimensionais.

Em contemplarmos esses esplêndidos brilhos de lírios cristalinos, em pureza celestial, ajoelhamo-nos perante a vontade divina de enviar seu Príncipe de Luz, a majestade Jesus, à Terra, em renovado apelo ao ingresso de suas ovelhas perdidas ao seu aprisco bondoso, hospitaleiro e salvador.

     Louvamos ao Pai e a seu Filho Jesus Cristo , aquele que se dignou a deixar seus rastros de exemplares virtudes pelo vosso plano adverso e hostil, pela homenagem que faz ao povo terráqueo com sua grande e abnegada decisão de retorno ao globo que sulcou com suas cruzes, quando da reunião hospitaleira na Metrópole do Grande Coração, do amantíssimo ser intergaláctico Ramatis, onde  consumou –se a pauta de assuntos sobre o Carma Planetário da Era da Transição de Urantia para novos patamares evolutivos, com suntuosas conexões prismáticas com todos os âmbitos cósmicos de referência aos humanos sobre o Conselho do Carma, e com todos os templos etéricos atrelados ás funções de decisões sobre o planeta Terra. 

Sua decisão arrojada e maravilhosa foi a de que, em breve, deixará suas túnicas divinais e triunfantes para novamente volver às paragens da Terra em restauração cíclica.

Vestirá um invólucro, um templo físico, a bem de toda a comunidade terráquea.
Sua mãe e seu pai serão um par de sacerdotes iniciados de Essânea e os genes de pai e mãe terráqueos,  mas 'walk-ins', somar-se-ão a vários dispositivos siderais de ajustes vibratórios.
Em trajetos dimensionais de vários patamares, ornados de lírios de sutilíssimas e singelas pétalas etéricas, dentre outras proféticas proezas e primícias da Criação Supra Estelar, outras criaturas,com suas originais belezas e poderes celestiais chegarão com ele.

A Terra saberá , pelas lágrimas de Nossa Senhora Mãe Santíssima de Jesus Cristo, vertidas em parto celeste simbólico, reiterado pela vontade de seu amado primogênito,  e sentidas pelos mais sacramentados apóstolos da luz em vaso físico, em meados de setembro de 2012, a fim de que sua alma de indescritível grandeza e nobreza, nos pódromos de mais uma odisséia de renúncia  à glória eterna, possa deitar sua sombra ilustre e resplandecente de Filho de Deus em todos os recantos de vosso planeta recalcitrante.

Alicerçado por ética divina, numa respeitosa visão que todos devemos ter diante de suas opções sábias de desforço cósmico de sua identidade suprema, e arregimentado por códigos de leis de um cômputo de ações missionárias em prol da equilibração das órbitas solares e planetárias, portando eficazes e cosmocientificas ferramentas de auxílio ao planeta, por deter miraculoso arsenal de poderes próprios dentro de todos as matérias universais, e submetendo-se humilimamente, por  valores sacrificiais e imperscrutáveis , aos desígnios divinos renovados, embora já dantes delineados pelo Pai, dispôs esse rabi divinal a cumprir um idílio novamente com a sociedade planetária, na vestimenta mais inusitada que todos poderíamos cogitar: a de ser 'humano', em bases de densificação ainda mais sacrificial, pela vitória do bem e do amor na face desse grão estelar onde habitais e tanto sofreis.

Nascerá em solo brasileiro e será regente de todos os cometimentos que se processarem nesta terra eleita, soberbo como será visto e respeitado, como o mais veemente e venerável parlamentar humano do novo modelo terráqueo de governo planetário, onde regerá , das novas raças e civilizações de vários milênios pelas quais a Terra ainda irá passar, de um trono invisível, todas as suas conquistas e glórias da era dourada em seus inícios pálidos, mas férteis e promissores.

Seu pai de outrora, seu padastro humano, José, hoje Saint Germain, será também seu suporte frequencial, juntamente com todos os Kumaras  e os essênios de sua origem paradisíaca.

Como hoje sendo o Instrutor do Mundo, fez a opção de esta realizar-se em moldes presenciais.

Nem porque tantos flagelos à humanidade ...neste novo despertar das eras, neste acordar de nova vida por bilhões de almas, e ainda ansiando, milhares delas, chegarem ao prumo mais equilibrado de suas histórias siderais, pelo investimento que fizeram em afãs de vitórias, almejando a harmonia de suas essências com a perfeita harmonia cósmica... o sufrágio de possível derrocada de tantos empenhos, os medos que tem sido gerados pela antecipação mental sobre os testemunhos horrendos que poderão chegar a muitos,  sem desejarem que o tempo lhes seja tão exíguo, mantendo chamas trinas acesas em oração santificadas, milhares de filhos de Gaia, ansiando paz,  plenitude e oportunidades de mais vida e mais trabalho fecundante do progresso por si e pelos compatriotas terrenos ...e por não terem podido, todos, ou muitos, chegarem ao apogeu de suas escaladas...pelos sonhos nutridos durante centenas de estações de vidas sucessivas na Terra, de poderem concluir suas carreiras de luz e rumarem posteriormente aos seus andares de ascensão e paz.... 

...Jesus voltará e dará sementeiras novas a todos os que desejem ainda semear suas esperanças.
As derradeiras horas de consumição dos expurgos planetários aproximam-se a passos céleres,  sim,  e em verdade, sem que, contudo,  a humanidade vá ser extinta,  mas sabiamente destinada a multifários estilos de recuperação, purificação ou transmutação de seus veios de características e obstinações retardantes de suas redenções pessoais que incidam na redenção coletiva, na contramão de suas próprias necessidades  e destinações sagradas, fadadas a todos os filhos de Deus.

Que nem mesmo  todas as mudanças topográficas se processem do dia para noite e que nenhum filho do Pai seja arrancado da vida antes de seu desabrochar !

 São esses os pedidos das nossas orações de todas as noites no Círculo Sagrado (*) com prodigiosas energias de Anjo Ezequiel, Zadkiel e Ametista, Astréa , Pòrtia e Saint Germain, vultos ilustres do Cosmos e de vossos  irmãos com histórias biográficas junto às vossas,  e com bilhares de almas humanas que assentiram à nossa anterior convocação e ao nosso clamor conjunto de toda a Grande Fraternidade Branca Universal.

( * Ler sua mensagem : Pela Terra e seu Glorioso Porvir – Súmula da Reunião do Conselho do Carma )
Que a presença entre vós de Jesus, o anjo celeste de maior pureza, de mais exuberante luz e prodigiosidade transmutadora  do mal,  auxilie-vos  na derradeira fase de estardes 'encarados' com os vossos disfarces de teimosos  filhos da Luz, muitos de vós vos esquecendo de não serdes os  escravos de vossos desejos egóicos , efêmeros e traiçoeiros.

Havereis ainda de contemplardes muitas noites estreladas, muitos sóis brilhando no alvorecer de cada novo dia que vos é oferecido pelo  Pai Criador.

Que novas ensolaradas alvoradas, novas tardes douradas e novas noites platinadas, salpicadas dos dons do Criador, como faiscantes pontículos de vidas pulsantes, em órbitas também vivas e vívidas de alegria por fazerem parte dos céus de esplendores divinos,  ainda possam raiar na Terra e mudarem  todo esse cenário de torpezas e constrangimentos desumanos.

Todos esses terão chegado ao seu termo de existirem na face da Terra, pois que envoltos no manto crístico, que fiquem nubladas as suas mancomunações e desastrosas ações de conseqüências nefastas.

Mesmo que ainda algumas  invigilantes pegadas vossas venham a vos causar o prejuízo de vossas desditas, haja tempo e lucidez em vós para deterdes o avanço do mal em vós.

Tende compaixão de vossos seres e afeiçoai-vos, de vez, aos pés de Cristo que volta, num desforço de ultimardes a vossa burilação como filhos renitentes de Gaia, ainda que migrantes de tantas galáxias e estrelas de povos enfermos ou de outras moradas sutis de povos anônimos, cuidadores dos destinos da Terra.

Olhai, doravante, os lírios de vossos campos e lembrai-vos de que eles serão ainda e sempre a marca da energia crística na Terra, para todo o sempre de vossos dias neste globo marcado pelos açoites das jornadas inglórias, mas que será, em breve, um jardim de abençoadas e sacrossantas  esperanças.

De lírios cósmicos se banha  a Terra desde a última reunião do Conselho  do Carma, quando as sílfides e anjos alados esparramam sementes deles sobre todos os pontos dela, e, muitos, em flor aberta, com perfume dos deuses, descem suavemente sobre as frontes dos seres humanos.

 Embora que neste peito honrado de Jesus, pela sua magnífica passagem por tantos povos estelares, nunca mais nenhuma seta ferirá e sangrará, e que nem mesmo nenhuma  cruz farpada dos espinhos de vossas índoles reprováveis venha a dilacerar as suas novas carnes , em corpo físico sagrado exultante em fluidos biomoladados , estrategicamente, em parâmetros de energias divinais que não compreendeis.
Enlevai-vos ante essa perspectiva nobilitante, para ele, de sua vinda e retorno abnegado, e generosa, para vós, ante o alento de respirardes a mesma atmosfera que vosso grande Mestre.

Nada sobre isso deverá ser constatado em nenhum tempo de sua permanência entre vós, e hoje nem deverá ser essa revelação questionada, pois que insondáveis são os mistérios e os desígnios do Pai.

Num corpo físico astral de sutilíssima vibração fará Jesus Cristo novas proezas na Terra !

Que esse mestre de inigualável grandeza, de um escopo e bagagem inimitáveis a tudo dê direção em vosso planeta , em fulgores de fé e alegria, pelos novos tempos de dimensões acalentadoras se aproximando.
Enquanto falávamos todos nós sobre esse novo corpo cristico, resgatando  agora, novamente, o relato sobre o sublime ocorrido dessa decisão especial em nossa reunião do Conselho Cármico, e após todas as considerações de milhares de seres aglutinados às esferas de posicionamentos sobre os reajustamentos relativos às questões individuais sobre o karma pessoal e o karma coletivo do vosso planeta, todos em frente à dulcíssima Cruz e Coração da Metrópole do Grande Coração, desceram dos céus estrelas cadentes enviadas pelo Pai, com anjos glorificados batizando a nova decisão,  que já , em promessas insólitas de várias doutrinas, confundia a todos o seres terrenos com as constantes perguntas: 
 - Jesus voltará ?

Jesus Cristo terá o nome oculto e caminhará anônimo, entre seus lírios em sua aura sagrada, e com também sincrônico lirial semblante,  que muitos reconhecerão.
Não lhe importam e nem nunca lhe importarão títulos e honrarias. 

 Não lhe apraz saber de todas as discussões estéreis que se travam sobre as origens de vários de seus nomes, pois que sua alma de quilate adimensional apenas vibra em supremo e glorioso amor divino inconspurcado  e de radiações majestosas  de potente poder saneador do mal, pelos seus fulcros magnéticos obtidos à custa de tantas passagens por reinos dos mais hediondos nas constelações múltiplas em que derramou o seu sangue, mel de doçura do seu amor   incomensurável.

Nutrindo as raças estelares, as mais remotas e ignotas, com todo seu celeiro inextinguível de virtudes e poderes, que o habilitaram, desde bem anteriormente à sua permanência em Essânea,  há  bilhares de bilhões de éons, a cear com o Pai no mistério de ser seu filho dileto a descer à Terra, fundiu-se a sua alma peregrina ao próprio Pai, sendo o seu mais imaculado filho, em meio a muitos como ele, todos divinizados, mas somente ele eleito para semear na Terra, vindo do sopro misterioso de Deus, com a sua Matriz ‘Cristo Cósmico’ ou Maytréia, e  com desejo que fosse vosso orbe um Centro futuro de estritas decisões em vossa galáxia, daqui há milhares de anos.

 Insondáveis planejamentos divinos esses,  e infinitamente anteriores a qualquer manifestação do Verbo , da voz do Espírito Santo, na Sua sabedoria excelsa que somente a Ele mesmo compete compreender.

Surpreendendo nossa mensageira com nossa presença transmentativa, com retaguarda de batalhões  espirituais credenciados  do Universo para sua defesa pessoal, retratamos aqui, em poucas palavras, esta mais esplendorosa realização da reunião do Conselho do Carma, desta última data  vossa de 30 de junho de 2011, sem que tenhais o direito de contradizer ou vos antepor a essa autêntica revelação, que consta como registro genuíno de nossas atas solenes do livro akáshico que sela as decisões das sessões especiais, atinentes essas às histórias planetárias de terceira dimensão.

Sob os auspícios de impronunciáveis nomes do Cosmos, seres da imensidão do vosso e outros universos, de nobres apóstolos da luz criadora do Todo Poderoso, além dos seres responsáveis pela contemplação dos ofícios acumulados para discussões nesta data inesquecível, pela magistral e definitiva  lavra de ata akáshica com assinatura galáctca de JESUS CRISTO, para arquivo de sua epopéia sideral, em muito se assemelhou , esta sagrada suprema reunião, com aquela em que decidíamos juntos, todos os maiores representantes cósmicos e espirituais, governantes da história da Terra, o advento de ESU SANANDA ou YESHUA,   como o vosso Mestre Jesus, o farol da humanidade, o porto seguro de todos os filhos terráqueos, até para toda a eternidade da vida desse vosso globo azul celeste.

A diferença evidente, no entanto, foi a de sabermos que a primeira fase sacrificial de sua escolha por vir à Terra já havia se cumprido, estando ele, o nosso amado guerreiro Esséia, hoje, estando a sorrir pela alegria e esperança de estar entre vós em breve, quando dos acontecimentos mais imprevistos de vossos dias futuros, nestas horas solenes e decisivas sobre os rumos da Ascensão de Gaia e das transformações  definitivas nas mentes da criaturas humanas.

Mescladas à luz inaugural do novo tempo de Urantia, o tempo da colheita de todo o valoroso trabalho de milhares de missionários galácticos por todos os milênios de vossas histórias evolutivas neste ventre de promessas restauradoras do espírito e a honra de todos vós, como filhos do mesmo Pai, irmãos  nossos nessa Unidade de sermos todos as Mônadas de vida de Sua Bondade Inexcedível, estão todas as esferas sincronizadas com o percurso do Planeta Terra, que as fará evolarem-se a outras dimensões também, igualmente, pois toda a rede de sóis e estrelas, planetas e orbes do Pai obedecem a um excepcional e deslumbrante mecanismo de perfeição de suas funções siderais e para o exclusivo funcionamento do missionato espetacular de cada galáxia para o seu absolutamente perfeito e minuciosamente sinérgico funcionamento da Criação.

Todos os discípulos da luz, capacitados pelos seus méritos e conquistas próprias,  em tempos que ainda chegarão, em alguma era de vossos futuros incógnitos, serão os novos transmissores a novos povos que migrarão para a Terra, podendo acessar esses planos sutis de registros para estudos sobre histórias  galácticas dos povos de Nebadon.  
(* Nebadon é o nosso universo )

Luzes e lírios resplandeçam sobre os céus da Terra !

Em oração de embevecimento eterno e de gratidão ao Pai por mais uma vez estar a Terra que ressuscitamos, programando-se para sua era de vida abundante e iluminada, saudamos o Rei que novamente enverga a sua eternizada coroa, assenta-se em  seu trono apoteótico  e assume o seu cetro de espiritualidade máxima sobre o planeta, na figura de um enigmático ser, que nascerá ainda no campo, no Planalto Central do Brasil, na pátria do Amor onde plantou a sua cruz e a rosa e o coração de sua amada Mestra Nada !

Com júbilo inenarrável, em prantos de glórias e entre jazidas de cristais celestes, por onde, entre seus veios, lírios brancos que cintilam mais do que diamantes, foram sendo sido já trazidos pelas falanges de anjos às vésperas de seu Corpus  Christi, deixo a todos os meus amados seres da Terra, o mais sensibilizado e amoroso abraço cósmico, dando boas vindas ao vosso novo galardão de venturas, logo após já tendo sido superadas as convulsões de Gaia, as quais, em intenso labor de engenharia sideral de arrefecimento de expansões atômicas de núcleos internos de vosso orbe, estamos todos a colaborar, pelo amor que temos a vós, tentando, junto às naves de Ashtar Sheran e muitos outros comandos em ação em vosso céus e estratosfera, com as plêiades de seres ancestrais que dinamizam, com seus poderes, os elementos da natureza, e com  o maior regimento de forças e vultos que a Terra já teve, os milhares de seres com seus sagrados mananciais próprios de luz e sabedoria, no bojo do coração do mundo, o Brasil... damos agora ‘Graças  a Deus’  !!!

'Nunca vos falte a fé de que tudo muda a cada instante e que a Misericórdia Divina é incalculavelmente maior do que todas e quaisquer conjecturas vossas em tantas dissertações hipotéticas sobre vossos destinos'.

Em preito de extremo amor a vós, na nossa Perfeita  e Indestrutível  Unicidade,
                                        
                             SANAT KUMARA

Mensagem  transmentativa a Rosane Amantéa,  em 05 de julho de 2011, em Londrina- Paraná Brasil.






BRASIL COM PRAZO DETERMINADO POR JESUS ATÉ 2019

Conversei com o Carlos Bacelli (30/07/2011) e ele confirmou como sendo do próprio Chico Xavier.
O prestigiado jornal Folha Espírita de maio/11 traz uma revelação feita em 1986, pelo médium Francisco Cândido Xavier a Geraldo Lemos Neto, fundador da Casa de Chico Xavier de Pedro Leopoldo (MG) e da Vinha de Luz Editora, de Belo Horizonte/MG, sobre o futuro reservado ao planeta Terra e a todos os seus habitantes nos próximos anos. Marlene Nobre pelo FE, entrevista Lemos Neto, que disse carregar este fardo há muito tempo (25 anos), cumprindo agora o dever de revelá-lo em sua completude. Diz que, em 1986, quando dessa conversa com o Chico, sentiu que sua mente estava recebendo um tratamento mnemônico diferente para que não viesse a esquecer aquelas palavras proféticas, e que seria chamado a testemunhá-las no momento oportuno, que chegou.

Conhecendo a seriedade dos confrades Marlene Nobre e Geraldo Lemos Neto, sendo que o profeta em questão é nada menos que Chico Xavier, e tendo em vista o teor das considerações a respeito, reputo da mais alta importância a divulgação dessa revelação apocalíptica. É a razão pela qual estou encaminhando esse e-mail a tantos companheiros.

Copiei as partes principais da longa entrevista, mantendo o texto fiel ao que consta do jornal em sua maior parte, sem me ater em pormenores de forma para não estender demais essas palavras. Os grifos no texto são meus. A íntegra pode ser lida no exemplar nº 439, ano XXXV, de maio de 2011 do jornal Folha Espírita.  Entendo ser um momento de muita reflexão de todo o movimento espírita e, acima de tudo, de muita prece, com muito otimismo, positivismo e serenidade, enfatizando-se a necessidade de um maior esforço individual e coletivo de renovação.

Os jornais espíritas em geral deveriam encartar em seu corpo o referido exemplar do FE, ou pedir autorização para transcrever a matéria em questão, visando dar a mais ampla divulgação.
Fraternalmente.Paulo Marinho – CEAE-Genebra

(...) Assim, tive a felicidade de conviver na intimidade com Chico Xavier, dialogando com ele vezes sem conta, madrugada a dentro, sobre variados assuntos de nossos interesses comuns, notadamente sobre esclarecimentos palpitantes acerca da Doutrina dos Espíritos e do Evangelho de Jesus.
Um desses temas foi em relação ao Apocalipse, do Novo Testamento. (...)

Desde então, Chico tinha sempre uma ou outra palavra esclarecedora sobre o assunto.
Numa dessas conversas, lembrando o livro Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, pelo espírito Humberto de Campos, Lemos Neto externou ao Chico sua dúvida quanto ao título do livro, uma vez que ainda naquela ocasião, em meados da década de 80, o Brasil vivia às voltas com a hiperinflação, a miséria, a fome, as grandes disparidades sociais, o descontrole político e econômico, sem falar nos escândalos de corrupção e no atraso cultural.

Lembro-me, como hoje, a expressão surpresa do Chico me respondendo:
“Ora, Geraldinho, você está querendo privilégios para a Pátria do Evangelho, quando o fundador do Evangelho, que é Nosso Senhor Jesus Cristo, viveu na pobreza, cercado de doentes e necessitados de toda ordem, experimentou toda a sorte de vicissitudes e perseguições para ser supliciado quase abandonado pelos seus amigos mais próximos e morrer crucificado entre dois ladrões?        
Não nos esqueçamos de que o fundador do Evangelho atravessou toda sorte de provações, padeceu o martírio da cruz, mas depois ele largou a cruz e ressuscitou para a Vida Imortal!

Isso deve servir de roteiro para a Pátria do Evangelho. Um dia haveremos de ressuscitar das cinzas de nosso próprio sacrifício para demonstrar ao mundo inteiro a imortalidade gloriosa!”
Na sequência da nossa conversa, perguntei ao Chico o que ele queria exatamente dizer a respeito do sacrifício do Brasil. Estaria ele a prever o futuro de nossa nação e do mundo?

Chico pensou um pouco, como se estivesse vislumbrando cenas distantes e, depois de algum tempo, retornou para dizer-nos: “Você se lembra, Geraldinho, do livro de Emmanuel  “A Caminho da Luz”?

Nas páginas finais da narrativa de nosso benfeitor, no capítulo XXIV, cujo título é O Espiritismo e as Grandes Transições, Emmanuel afirmara que os espíritos abnegados e esclarecidos falavam de uma nova reunião da comunidade das potências angélicas do Sistema Solar, da qual é Jesus um dos membros divinos, e que a sociedade celeste se reuniria pela terceira vez na atmosfera terrestre, desde que o Cristo recebeu a sagrada missão de redimir a nossa humanidade, para, enfim, decidir novamente sobre os destinos do nosso mundo.

Pois então, Emmanuel escreveu isso nos idos de 1938 e estou informado que essa reunião de fato já ocorreu. Ela se deu quando o homem finalmente ingressou na comunidade planetária, deixando o solo do mundo terrestre para pisar pela primeira vez o solo lunar. O homem, por seu próprio esforço, conquistou o direito e a possibilidade de viajar até a Lua, fato que se materializou em 20 de julho de 1969. Naquela ocasião, o Governador  Espiritual da Terra, que é Nosso Senhor Jesus Cristo, ouvindo o apelo de outros seres angelicais de nosso Sistema Solar, convocara uma reunião destinada a deliberar sobre o futuro de nosso planeta.

O que posso lhe dizer, Geraldinho, é que depois de muitos diálogos e debates entre eles foram dadas diversas sugestões e, ao final do celeste conclave, a bondade de Jesus decidiu conceder uma última chance à comunidade terráquea, uma última moratória para a atual civilização no planeta Terra.
Todas as injunções cármicas previstas para acontecerem ao final do século XX foram então suspensas, pela Misericórdia dos Céus, para que o nosso mundo tivesse uma última chance de progresso moral.
O curioso é que nós vamos reconhecer nos Evangelhos e no Apocalipse exatamente este período atual, em que estamos vivendo, como a undécima hora ou a hora derradeira, ou mesmo a chamada última hora”.
Extremamente curioso com o desenrolar do relato deChico Xavier, perguntei-lhe sobre qual fora então as deliberações de Jesus, e ele me respondeu:

“Nosso Senhor deliberou conceder uma moratória de 50 anos à sociedade terrena, a iniciar-se em 20 de julho de 1969, e, portanto, a findar-se em julho de 2019. Ordenou Jesus, então, que seus emissários celestes se empenhassem mais diretamente na manutenção da paz entre os povos e as nações terrestres, com a finalidade de colaborar para que nós ingressássemos mais rapidamente na comunidade planetária do Sistema Solar, como um mundo mais regenerado, ao final desse período.

Algumas potências angélicas de outros orbes de nosso Sistema Solar recearam a dilação do prazo extra, e foi então que Jesus, em sua sabedoria, resolveu estabelecer uma condição para os homens e as nações da vanguarda terrestre. Segundo a imposição do Cristo, as nações mais desenvolvidas e responsáveis da Terra deveriam aprender a se suportarem umas às outras, respeitando as diferenças entre si, abstendo-se de se lançarem a uma guerra de extermínio nuclear.
A face da Terra deveria evitar a todo custo a chamada III Guerra Mundial.
Segundo a deliberação do Cristo, se e somente se as nações terrenas, durante este período de 50 anos, aprendessem a arte do bem convívio e da fraternidade, evitando uma guerra de destruição nuclear, o mundo terrestre estaria enfim admitido na comunidade planetária do Sistema Solar como um mundo em regeneração.

Nenhum de nós pode prever,Geraldinho, os avanços que se darão a partir dessa data de julho de 2019, se apenas soubermos defender a paz entre nossas nações mais desenvolvidas e cultas!”

Perguntei, então ao Chico a que avanços ele se referia e ele me respondeu:
“Nós alcançaremos a solução para todos os problemas de ordem social, como a solução para a pobreza e a fome que estarão extintas; teremos a descoberta da cura de todas as doenças do corpo físico pela manipulação genética nos avanços da Medicina; o homem terrestre terá amplo e total acesso à informação e à cultura, que se fará mais generalizada; também os nossos irmãos de outros planetas mais evoluídos terão a permissão expressa de Jesus para se nos apresentarem abertamente, colaborando conosco e oferecendo-nos tecnologias novas, até então inimagináveis ao nosso atual estágio de desenvolvimento científico; haveremos de fabricar aparelhos que nos facilitarão o contato com as esferas desencarnadas, possibilitando a nossa saudosa conversa com os entes queridos que já partiram para o além-túmulo; enfim estaríamos diante de um mundo novo, uma nova Terra, uma gloriosa fase de espiritualização e beleza para os destinos de nosso planeta.”

Então perguntei a ele: Chico, até agora você tem me falado apenas da melhor hipótese, que é esta em que a humanidade terrestre permaneceria em paz até o fim daquele período de 50 anos. Mas, e se acontecer o caso das nações terrestres se lançarem a uma guerra nuclear?

“Ah! Geraldinho, caso a humanidade encarnada decida seguir o infeliz caminho da III Guerra Mundial, uma guerra nuclear de consequências imprevisíveis e desastrosas, aí então a própria mãe Terra, sob os auspícios da Vida Maior, reagirá com violência imprevista pelos nossos homens de ciência.
O homem começaria a III Guerra, mas quem iria terminá-la seriam as forças telúricas da natureza, da própria Terra cansada dos desmandos humanos, e seríamos defrontados então com terremotos gigantescos; maremotos e  ondas (tsunamis)  consequentes;  veríamos a explosão de vulcões há muito tempo extintos; enfrentaríamos degelos arrasadores que avassalariam os pólos do globo com trágicos resultados para as zonas costeiras, devido à elevação dos mares; e, neste caso, as cinzas vulcânicas associadas às irradiações nucleares nefastas acabariam por tornar totalmente inabitável todo o Hemisfério Norte de nosso globo terrestre.”

Segundo o médium, “em todas as duas situações, o Brasil cumprirá o seu papel no grande processo de espiritualização planetária. Na melhor das hipóteses, nossa nação crescerá em importância sociocultural, política e econômica perante a comunidade das nações. Não só seremos o celeiro alimentício e de matérias-primas para o mundo, como também a grande fonte energética com o descobrimento de enormes reservas petrolíferas que farão da Petrobras uma das maiores empresas do mundo”.

E prosseguiu Chico: “O Brasil crescerá a passos largos e ocupará importante papel no cenário global, e isso terá como consequência a elevação da cultura brasileira ao cenário internacional e, a reboque, os livros do Espiritismo Cristão, que aqui tiveram solo fértil no seu desenvolvimento, atingirão o interesse das outras nações também. Agora, caso ocorra a pior hipótese, com o Hemisfério Norte do planeta tornando-se inabitável, grandes fluxos migratórios se formariam então para o Hemisfério Sul, onde se se situa o Brasil, que então seria chamado mais diretamente a desempenhar o seu papel de Pátria do Evangelho, exemplificando o amor e a renúncia, o perdão e a compreensão espiritual perante os povos migrantes.

A Nova Era da Terra, neste caso, demoraria mais tempo para chegar com todo seu esplendor de conquistas científicas e orais, porque seria necessário mais um longo período de reconstrução de nossas nações e sociedades, forçadas a se reorganizarem em seus fundamentos mais básicos.”

Pergunta Marlene Nobre pela Folha Espírita - Segundo Chico Xavier, esses fluxos migratórios seriam pacíficos?
Geraldo - Infelizmente não. Segundo Chico me revelou, o que restasse da ONU acabaria por decidir a invasão das nações do Hemisfério Sul, incluindo-se aí obviamente o Brasil e o restante da América do Sul, a Austrália e o sul da África, a fim de que nossas nações fossem ocupadas militarmente e divididas entre os sobreviventes do holocausto no Hemisfério Norte.
Aí é que nós, brasileiros, iríamos ser chamados a exemplificar a verdadeira fraternidade cristã, entendendo que nossos irmãos do Norte, embora invasores a “mano militare”, não deixariam de estar sobrecarregados e aflitos com as consequências nefastas da guerra e das hecatombes telúricas, e, portanto, ainda assim, devendo ser considerados nossos irmãos do caminho, necessitados de apoio e arrimo, compreensão e amor.

Neste ponto da conversa, Chico fez uma pausa na narrativa e completou:
“Nosso Brasil como o conhecemos hoje será então desfigurado e dividido em quatro nações distintas. Somente uma quarta parte de nosso território permanecerá conosco e aos brasileiros restarão apenas os Estados do Sudeste somados a Golias e ao Distrito Federal.
Os norte-americanos, canadenses e mexicanos ocuparão os Estados da Região Norte do País, em sintonia com a Colômbia e a Venezuela.
Os europeus virão ocupar os Estados da Região Sul do Brasil unindo-os ao Uruguai, à Argentina e ao Chile. Os asiáticos, notadamente chineses, japoneses e coreanos, virão ocupar o nosso Centro-Oeste, em conexão com o Paraguai, a Bolívia e o Peru.
E, por fim, os Estados do Nordeste brasileiro serão ocupados pelos russos e povos eslavos.
Nós não podemos nos esquecer de que todo esse intrincado processo tem a sua ascendência espiritual e somos forçados a reconhecer que temos muito que aprender com os povos invasores.
Vejamos, por exemplo: os norte-americanos podem nos ensinar o respeito às leis, o amor ao direito, à ciência e ao trabalho. Os europeus, de uma forma geral, poderão nos trazer o amor à filosofia, à música erudita, à educação, à história e à cultura. Os asiáticos poderão incorporar à nossa gente suas mais altas noções de respeito ao dever, à disciplina, à honra, aos anciãos e às tradições milenares.
E, então, por fim, nós brasileiros, ofertaremos a eles, nossos irmãos na carne, os mais altos valores de espiritualidade que, mercê de Deus, entesouramos no coração fraterno e amigo de nossa gente simples e humilde, essa gente boa que reencarnou na grande nação brasileira para dar cumprimento aos desígnios de Deus e demonstrar a todos os povos do planeta a fé na Vida Superior, testemunhando a continuidade da vida além-túmulo e o exercício sereno e nobre da mediunidade com Jesus”.

FE: O Brasil, embora sofrendo o impacto moral dessa ocupação estrangeira, estaria imune aos movimentos telúricos da Terra?
Geraldinho – Infelizmente, não. Segundo Chico Xavier, o Brasil não terá privilégios e sofrerá também os efeitos de terremotos e tsunamis, notadamente nas zonas costeiras. Acontece que de acordo com o médium, o impacto por aqui será bem menor se comparado com o que sobrevirá no Hemisfério Norte do planeta.
FE - Você também crê que a ida do homem à Lua, em julho de 1969, tenha precipitado de certa forma a preocupação com as conquistas científicas dos humanos, que poderiam colocar em risco o equilíbrio do Sistema Solar?
Geraldinho – sim, creio que a revelação de Chico Xavier a respeito traz, nas entrelinhas, essa preocupação celeste quanto às possíveis interferências dos humanos terráqueos nos destinos do equilíbrio planetário em nosso Sistema Solar. Pelo que Chico Xavier falou, alguns dos seres angélicos de outros orbes planetários não estariam dispostos a nos dar mais este prazo de 50 anos, que vencerá daqui a apenas oito anos, temerosos talvez de nossas nefastas e perniciosas influências. Essa última hora bem que poderia ser por nós considerada como a última bênção misericordiosa de Jesus Cristo em nosso favor, uma vez que, pela explicação de Chico Xavier, foi ele, Nosso Senhor, quem advogou em favor de nossa causa, ainda mais vez mais.

Outra decisão dos benfeitores espirituais da Vida Maior foi a que determinou que, após o alvorecer do ano 2000 da Era Cristã, os espíritos empedernidos no mal e na ignorância não mais receberiam a permissão para reencarnar na face da Terra. Reencarnar aqui, a partir dessa data equivaleria a um valioso prêmio justo, destinado apenas aos espíritos mais fortes e preparados, que souberam amealhar, no transcurso de múltiplas reencarnações, conquistas espirituais relevantes como a mansidão, a brandura, o amor à paz e à concórdia fraternal entre povos e nações.

Insere-se dentro dessa programação de ordem superior a própria reencarnação do mentor espiritual de Chico Xavier, o espírito Emmanuel, que, de fato, veio a renascer, segundo Chico informou a variados amigos mais próximos, exatamente no ano 2000. Certamente, Emmanuel, reencarnado aqui no coração do Brasil, haverá de desempenhar significativo papel na evolução espiritual de nosso orbe.

Todos os demais espíritos, recalcitrantes no mal, seriam então, a partir de 2000, encaminhados forçosamente à reencarnação em mundos mais atrasados, de expiações e de provas aspérrimas, ou mesmo em mundos primitivos, vivenciando ainda o estágio do homem das cavernas, para poderem purgar os seus desmandos e a sua insubmissão aos desígnios superiores. Chico Xavier tinha conhecimento desses mundos para onde os espíritos renitentes estariam sendo degredados.
Segundo ele, o maior desses planetas se chamaria Kíron ou Quíron.
É a nossa última chance, é a última hora... Não há mais tempo para o materialismo. Não há mais tempo para ilusões ou enganos imediatistas. Ou seguiremos com a Luz que efetivamente buscarmos, ou nos afundaremos nas sombras de nossa própria ignorância. Que será de nós? A resposta está em nosso livre-arbítrio, individual e coletivo.

É A nossa escolha de hoje que vai gerar o nosso destino.
Poderemos optar pelo melhor caminho, o da fraternidade, da sabedoria e do amor, e a regeneração chegará para nós de forma brilhante a partir de 2019; ou poderemos simplesmente escolher o caminho do sofrimento e da dor e, neste caso infeliz, teremos um longo período de reconstrução que poderá durar mais de mil anos, segundo Chico Xavier. Entretanto, sejamos otimistas. Lembremo-nos que deste período de 50 anos já se passaram 42 anos em que as nações mais desenvolvidas e responsáveis do planeta conseguiram se suportar umas às outras sem se lançarem a uma guerra de extermínio nuclear.

Essa era a pré-condição imposta por Jesus.

     Não estamos entregues à fatalidade nem predeterminados ao sofrimento. Estamos diante de uma encruzilhada do destino coletivo que nos une à nossa casa planetária, aqui na Terra. Temos diante de nós dois caminhos a seguir. O caminho do amor e da sabedoria nos levará a mais rápida ascensão espiritual coletiva. O caminho do ódio e da ignorância acarretar-nos-á mais amplo dispêndio de séculos na reconstrução material e espiritual de nossas coletividades. Tudo virá de acordo com nossas escolhas de agora, individuais e coletivas. Oremos muito.
O próprio Emmanuel, através de Chico Xavier, respondendo a uma entrevista já publicada em livro nos diz que as profecias são reveladas aos homens para não serem cumpridas. São na realidade um grande aviso espiritual para que nos melhoremos e afastemos de nós a hipótese do pior caminho.

“ COMUNIDADE DOS ESPÍRITOS PUROS ”
O livro "A caminho da Luz" de 1938, narra a reunião de Jesus por duas vezes com os seres angélicos de outros orbes planetários .
Rezam as tradições do mundo espiritual que na direção de todos os fenômenos, do nosso sistema, existe uma Comunidade de Espíritos Puros e Eleitos pelo Senhor  Supremo do Universo, em cujas mãos se conservam as rédeas diretoras da vida de todas as coletividades planetárias. Essa Comunidade de seres angélicos e perfeitos, da qual é Jesus um dos membros divinos, ao que nos foi dado saber, apenas já se reuniu, nas proximidades da Terra, para a solução de problemas decisivos da organização e da direção do nosso planeta, por duas vezes no curso dos milênios conhecidos. A primeira, verificou-se quando o orbe terrestre se desprendia da nebulosa solar, a fim de que se lançassem, no Tempo e no Espaço, as balizas do nosso sistema cosmogônico e os pródromos da vida na matéria em ignição, do planeta, e a segunda, quando se decidia a vinda do Senhor à face da Terra, trazendo à família humana a lição imortal do seu Evangelho de amor e redenção."

  MENSAGEM DE MESTRA NADA                 
            O NOVO GOVERNO ESPIRITUAL DA TERRA

Os céus estão em júbilo pela realeza espiritual dos planos invisíveis, esperançosos pelo bem e pelo entrelaçamento de nossas ações com todos os projetos dos seres de bem da nossa e vossa bela morada cósmica, a Terra !
Embora a tormenta dos inenarráveis tempos da dor humana e dos conchavos dos púlpitos e palanques da falsa governança do mundo, o verdadeiro governo da Terra, como parlamento diretor em plano mais adaptado à energia de corpos astrais compactados como presenças visíveis por vós, em todos os conselhos que se realizarão daqui para frente, nestes novos momentos cíclicos do planeta, está constituído de forma deslumbrante e comovente, para nós que temos aguardado a libertação do espírito da Terra, Gaia, para que ela voe e deixe à sua sucessora, a Grande Deusa Cósmica Ishtar, o supremo trabalho da redenção total deste orbe em regeneração.

É tocante às almas puras observarmos a Terra em transição, sobretudo os seres divinizados, aqueles que já tem se sublimado e que vivenciam frações sobejas da luz grandiosa do Pai e margens amplas do amor cósmico universal, mesmo a despeito de tantos dissabores evolutivos que ainda enodoam a paisagem espiritual de vosso planeta adolescente.

As explosões de amor em nossos planos, e em muitos pontos de vosso planeta, encantam-nos, mesmo que elas estejam mescladas ou em meio às penumbras dos ofícios tenebrosos dos reinos abissais do orbe e de todas a sombrias desfeitas dos indiferentes em carne e osso, ainda exalando a sua infeliz vibração da inconsequência, da deslealdade a si mesmos e aos seus iguais em essência primordial, da maledicência e da iniquidade, do descaso e da viciação nos trajetos do mal, passos, embora, de contexto ascensional, necessários a toda a humanidade que migrou para experienciações de crescimento e àquela humanidade gerada embrionariamente na própria Terra, que ainda caminha em seus inícios rumo às fagueiras promessas de retorno paulatino às suas essências virginais.

Temos feito a observação de que são muitos os sentimentos expandidos e as obras que vêm se realizando, no decurso destes tempos de trajetórias íngremes, através dos exemplos de todos os homens de boa vontade que, paulatinamente tem conseguido deixar rastros de luz nos horizontes da esperança pela Terra 'viva', como estrelas em pulsações ritmadas, revivescendo, em cânticos de alegria, o brilho do tapete celeste para a passagem dos bons.
Reinos superiores de intensa luz regem lá nos seus esplendores, de forma impecável, a matemática divina que faz acontecer o espetáculo das órbitas exatas, de fileiras de planetas e estrelas, luas e sóis, de tantos nebulosas e galáxias deste vosso universo tão belo, para a exaltação do nosso amor por vós e pelo Pai Amantíssimo.

Acompanham-nos em nossos movimentos, e representam para nós a fonte suprema do Poder Divino Absoluto onde podemos firmar a nossa certeza do amparo do Criador.
Os seus representantes fizeram o desforço honroso de densificarem-se em corpos astrais para estarem mais visíveis nas grandes cidades e colônias de Direção e suporte da Nova Terra.
Nesta nova fase de renovação de vosso lar provisório muitos dos 'Templos' de todos os Mestres Ascensos passaram por modificações estruturais, desde a implantação de novas bases conceituais e fundamentos teóricos que vos serão detalhados sobre a nossa permanência espiritual na Terra, até a atividade de inserção de focos etéricos de maior abrangência vibracional nas cidades terrenas, diante da necessidade dessa adequação de energia sistêmica superior para o atendimento às demandas de luz que a nova raça que chega ao planeta exigirá.

Tem se processado, inclusive, alterações vibratórias dos materiais de suas construções sutis, como também no que tange à sua localização astral.
Muito material intelectual sobre novas normas e modalidades de administração terráquea, de valor espiritual sagrado, tem sido estudado e implementado na área das suas constituições estatutárias, que deverão ter funcionamento intrínsecamente atrelado aos moldes de suas atribuições planetárias e no seu amplo contexto cósmico.

Estamos todos unidos em falanges de mestres, anjos, cientistas, arquitetos siderais, extremosas criaturas relacionadas a fatos históricos de revoluções sociais e benemerências planetárias, dentre centenas de sábios e luminosos pilares históricos da esfera artística, política, médica, educacional e muitas outras, de todos as eras de vosso e de outros planetas e dimensões, como também aos exércitos dos poderosos guardiões esséias e aos magníficos assistentes divinos da criação da Terra, os Xamãs Ancestrais de Pele Vermelha, que seremos todos os esteios espirituais das novas plataformas de suporte frequencial do novo globo, após restaurações e reajustes próximos, juntamente ao portentoso povo de Aruanda, mais especificamente designado pelo Pai a essa tarefa cósmica de sustentação energética da Terra, pela qualidade dos seres que serão os viajantes da nova odisséia terrena.

O Parlamento Espiritual da Nova Terra constitui-se de milhares de seres abalizados para o exercício das suas funções planetárias, preparados para estarmos em centenas de próximas reuniões sobre as providências que deverão ser tomadas após algumas tormentas mais previsíveis na esfera dos acontecimentos naturais que advirão pelo alinhamento do eixo planetário, conquanto saibamos que muitos fatores estão em pauta, no sentido da atenuação, em todos os sentidos, e de toda ordem, pela Infinita Misericórdia Divina, que sempre contempla os avanços e as possibilidades para que suas criaturas desenvolvam mais articulações e empenhos evolutivos a seu benefício e a bem da humanidade toda.

A magnífica plasmação de Ramatis, a Metrópole do Grande Coração, teve e tem como zeladores e mantenedores fiéis de seus aparelhos científicos ultrafrequenciais, todos os seres irmãos de seu plano de inquestionável e incomensurável luz, além de inigualável poder de administração e regência dos elementos ancestrais da criação material da Terra.

Além de toda a sua ascendência sobre as leis do magnetismo, da eletricidade, da alquimia, da transmutação dimensional de qualquer átomo, molécula, de qualquer dos reinos da Terra, Ramatis, este mestre de ímpar grandeza, tem se reunido especialmente nesta apoteótica Metrópole do Grande Coração, a gigante proeza do milênio, a soberba sede do Governo Espiritual da Terra dos próximos milênios, com todos nós, parceiros desta hora séria do planeta.
O círculo de seres de exultante beleza moral, espiritual e cósmica, assentados em poltronas translúcidas indescritíveis, como nuvens desenhadas em cores e luzes artisticamente espalhados, em formas e símbolos irradiantes e irradiadores, que promovem a total equidade entre todos os participantes e a paz alentadora durante as horas, que para nós são momentos rápidos, propicia-nos que nos olhemos e nos identifiquemos a nós todos, na belíssima comunhão de nossos intentos mais sagrados e elevados, no propósito sublime da tentame da erradicação de todos os mecanismos terráqueos que estejam obstruindo o definitivo ancoramento da luz, na expressão de ordem prática, em vosso planeta.

Além da extensa pauta de ações compatíveis com as exigências das novas inteligências que regerão as instâncias de todos os andares administrativos, na vida física de vosso orbe, estabelecemos a rotina de nosso acoplamento à vibração frequencial criada por Sanat Kumara, no horário de 21 horas do Brasil, quando nos direcionamos para o circuito ao redor do planeta, fazendo a manutenção dos dois anéis, violeta e azul índigo, em seu redor, de Astréa e Saint Germain, ainda fomentando, com nossos mananciais de luz quântica de nossos seres antigos, o poder de transmutação da enorme fogueira do interior da Terra e de todos os matizes de cores dos raios de poder vitalizador, além da homogeinização do prana e do material monádico de vibração masculina do Cálice do Santo Graal Crístico, na estratosfera astral terrestre, em direção ao seu receptáculo feminino, a Terra.

As primeiras notícias que podemos fornecer aos habitantes da Terra sobre a decisão última de nosso mais recente encontro, que se dá em todas as noites, neste grande tempo da virada ascensional em que permanecemos na nossa ronda sagrada para averiguação dos focos de proliferação do mal, é a de que as eleições referentes a este ciclo da nação regente do planeta no terceiro milênio, o Brasil, estão permeadas da intervenção de Anjo Ismael, a fim de que, dentre as opções de comando físico disponíveis, possa ele, do seu trono de ascendência sobre esta nação, ao lado de Nossa Senhora Aparecida, fazer o resgate da consciência espiritual, em plano sutil, das almas envolvidas com a política e a justiça terrena, antes que se percam mais, e de forma irremediável, no lodaçal das possíveis repetições de corrupções previsíveis.

Os vínculos com a Confederação Galáctica e Intergaláctica, com o Povo de Aruanda, com os Anciães, com os Kumaras e com os demais Senhores do Carma, com Saint Germain, Jesus Cristo, Mestra Nada e demais mestres ascensos, Maria, Meimei e milhares de outros seres cósmicos universais consolidaram-se de forma cerimonial e registrados em atas solenes nos arquivos cristalinos, na data de abertura do Portal da Unificação, da Universalidade das Estratégias Parlamentares da Terra e da Aglutinação de Equipes Intergalácticas e Interdimensionais para a Ascensão de Gaia e resgate de almas que se libertaram e poderão se libertar do 'selo' (*) da escala descensional, neste último dia 10 de outubro deste ano corrente de vossos anais.(2010)
(*) -Selo da 'Besta” em forma de três vezes o número 6, que indica os eleitos para a descida vibratória dos espíritos renitentes da Terra para os planos inferiores de vida humana física.

Dentre os maestros deste concerto parlamentar destaca-se Apolônio de Tiana como precursor de métodos de impulsionar-se a nova história da Terra, através de extenso material já preparado para os novos conteúdos das faculdades e universidades humanas.

Mahatma Gandhi, Rajneesh Chandra Mohan (Osho), Krishnamurti, Madre Tereza de Calcutá, entre centenas de outros vultos conhecidos estabelecem-se como Parlamentares Adjuntos aos Governos Humanos da Ásia, para estratégias de Ação Elucidadora às Doutrinas Gnósticas do Oriente e para adequações políticas dos governos da asiáticos, com base nestes novos prepostos religiosos e filosóficos.
Teremos o tempo conveniente para essas elucubrações, que por ora podem ser postergadas, quando serão declinados, a toda a coletividade espiritualista, os nomes dos parlamentares conhecidos por vós e suas cadeiras de funções e matérias de ação específicas deste Grande Governo Espiritual da Nova Terra.
Nesta nação diretora da nova raça planetária, Ramatis, Jesus Cristo, Mestra Nada, Maria, Akenathon, Meimei, Catarina das Santas Almas do Cruzeiro Divino, Pai João de Aruanda, Alziro Zarur, Francisco Cândido Xavier, Vilma Karns, Joanna de Ângelis, André Luiz, Torres Pastorino, Herculano Pires, Léon Denis, Pietro Ubaldi, Humberto de Campos, Mestre Afra, Calunga, Irmã Sheilla, Roger Feraudy, Pierre Weil, Hanemman, dentre milhares de outros seres de expressão irrefutável trarão ao conhecimento público suas planilhas de descrição de seus projetos espirituais para o Brasil e para a Terra.

Apresentamos agora apenas os sinais de que estamos aqui, irmanados com todos vós, pela passagem da humanidade pelos pórticos higienizadores dos próximos eventos planetários e nesses momentos de decisões de ordem humana, quanto aos representantes da Nova Era no plano físico que serão imbuídos de sérias competências no Brasil e em e por outras nações, 'quimera' em que pretendemos interferir de todas as formas possíveis e permitidas por Deus.

Presumimos que, afora tantos desencontros na ordem dos deveres que competem a todos os seres da Terra para o equacionamento das situações mais drásticas deste ciclo de fatores complexos planetários em andamento, muita luz se irradia de todo esse contingente de amoráveis amigos vossos, cuidando de vós e vos garantindo travessias seguras para os recantos de paz e êxtase divino, pelos vossos posicionamentos meritórios em vossas jornadas redentoras.

Somos o 'Governo Espiritual da Nova Terra', não mais oculto, e caminharemos junto a muitos de vós ainda por milhares de anos, vós que ficareis em vaso físico ainda para fazerem a Terra se iluminar e vós, que ficareis conosco, em plano espiritual, após seus desenlaces dos invólucros materiais e que ainda não querereis ver-vos longe demais desta morada estelar que vos albergou por tantos milênios de aprendizados tão impulsionadores da evolução de vossas almas.

Ficai na sintonia com a vossa mais absoluta confiança nos desígnios de Deus !
E que a Fé não seja perdida dentre os escombros dos acontecimentos passageiros de um parto miraculoso que vem sendo tão esperado:- o parto da Nova Era da Terra !
Até que desponte no horizonte prometido aos mansos e pacíficos a vibrante Era do Amor, a Era de Ouro de vossa abençoada estância estelar, Urantia, Gaia, Terra, confiai que mais esta Luz Planetária em Nebadon nunca mais se extinguirá !!!

Mensagem ditada a Rosane Amantéa em 25 de outubro de 2010.
                                       
                                                    ©2010Rosane Amantéa
   Esta mensagem pode ser compartilhada desde que os direitos autorais sejam respeitados citando o autor e o link.
http://rosane-avozdoraiorubi.blogspot.com
 Obrigada por incluir o link do site do autor quando repassar essa mensagem.



O Corpo de Cristo em Reverência Eterna

Amadas criaturas do planeta regado pelo sangue de Jesus Cristo,
Que a luz do mais sublime ser que veio a vós falar sobre o amor, Esu, vos inunde a alma, nesse dia de rememoração da presença da sua imagem como Cristo Jesus em vosso planeta.

Desde os albores longínquos, quando havia ainda os vestígios da abundante avalanche de chegada das mônadas divinas sobre a superfície planetária, Jesus, como o grande ser que deixou suas 7 cruzes cósmicas entranhadas etericamente, e imantadas em vários pontos do globo azul, marcando o território de seu governo espiritual por toda a era de Peixes, e em posto 'au concour' eterno sobre  vosso orbe, já contemplava, juntamente a  Sanat  Kumara, o condescendente intercessor sideral que ressuscitou-o para a vida em tempos imemoriais, todo o perfil da nova Terra, que desabrocharia após sua passagem iluminada pelos caminhos de Genesaré, da  Bethania, de Cafarnaum, de Nazaré...

O excelso mestre era qual seiva de apoteótica e exultante mescla de virtudes divinas conquistadas nos seus éons de vidas indescritíveis em universos paralelos de dimensões das mais quintessenciadas.
Jesus era tal qual um lago insondável de riquezas indefiníveis no interior de sua alma altaneira, sóbria, gentil, lúcida e sábia.

Ele era, ao tempo de Essânea , quando brincávamos, em meio aos campos inebriantes de ventura das plagas mais ditosas do Cosmos, com todas as crianças nascidas através do coração das mães esséias, o mais sublime peregrino cósmico, exemplo vivo do amor inconspurcado, minha doce alma gêmea, meu escudo de bondade e grandeza jamais passíveis de serem por vós dimensionadas.

Numa determinada era galáctica viemos com nossas tribos imensas habitar o planeta Vênus, por convite de Sanat Kumara, quando do Conselho Interestelar em prol do advento do Planeta Terra ao sistema solar.
Naquele ínterim atemporal para nós, que, em vossas vidas significa um passado, conceito que não desposamos nos planos da antimatéria, a odisséia crística teria o seu início mediante leis do Pai que convocavam a sua augusta presença no plano terráqueo.

Dos esplendores de sua raça essênia cósmica, onde suas feições eram como as dos mais belos deuses de vossa mitologia precária, resultou, de forma pálida, diante da sua original beleza dévica cósmica, a majestade do seu atual e subjetivo semblante, esse que conheceis hoje como o personagem Jesus Cristo, retrato solene na biblioteca viva de vossas memórias bíblicas.

Jesus era o levante e o poente de todo o nosso despertar de cada aurora galáctica quando entre nós naquelas eras anteriores á sua vinda à Terra.

Quando ainda não havia reuniões de Conselho do Carma, e sim reuniões do Conselho Intergaláctico das Dimensões, Jesus havia, então, sido eleito pelas hostes da mais alta hierarquia celestial, como o Sumo Pontífice do Corpo de Deus, representante do Pai, num simbolismo estudado e implementado em vosso planeta à altura do que as expectativas dos seres que conheceriam o seu espírito em carne humana sutil compreenderiam.

O Corpo de Cristo seria formulado, estruturado e dinamizado a partir de leis de engenharia sideral das mais complexas, pois que o Rei nasceria para exemplificar àquelas almas migrantes e recalcitrantes tudo sobre o Amor, o magnificente Amor .

Construído em maquete cosmoplasmada, os átomos de seu ilustre corpo seriam galáxias vivas de toda a divina e epopéica Criação de vosso universo dimensional.

A sua chegada à Terra, a partir de estruturas etéricas de acoplamento de mônadas, com célula masculina provinda de outras paragens siderais, seria, como foi, a mais perfeita obra celeste sobre o destino da humanidade terráquea : a de se trazer aos seres humanos, de virgem mãe, a imagem de um Filho do Pai, um Filho Pródigo e Imaculado do Universo mais quintessenciado entre as proezas do Absoluto.

Esta é a interpretação do verdadeiro ícone cósmico do Corpus Christi na concepção da Grande Fraternidade Branca Universal: - o arsenal de providências de energias cósmicas condensadas como a matriz do corpo de um homem divinal que desceria à Terra.

Quando as religiões falam de Jesus Cristo como o próprio Deus, sem que o saibam, realmente assimilaram a noúre ( *obs: onda de pensamento ou idéia )  ou o conteúdo frequencial dos registros akáshicos que sedimentaram, em forma de Cruz adamantina, a verdade sobre as origens do corpo etérico-astral  de Esu, ou Yeshua, moldado para ser vivificado com o fluido vital do sopro sagrado do Divino Criador, a fim de que pudesse cumprir sua grandiosa missão de Realeza e de Mestre Supremo do Planeta Terra.

Na dimensão mais imponderável, mais imperscrutável, o Corpus Christi Cósmico é manancial, matriz expoente de emanações da divindade que se assenhorearam de um propósito divino consecutado em freqüência de densidade visível, quando plêiades de Anjos e Arcanjos e populações siderais migram tais quais aves em revoadas, como um presente de Deus, um banquete celeste, um cenário cósmico que relembra a vinda do Messias tão meigo à face de vosso globo, e que  o homenageia , e sempre homenageará, em todos os tempos de matéria de vosso plano terráqueo, até que se consumem verdadeiramente os tempos de educação planetária, a todos os filhos e hóspedes de Gaia, sobre o genuíno e autêntico Religare da criatura com o seu Criador.

Não havendo, nos planos cósmicos, onde os Seres de Luz convergem toda uma ação integrada de Universalismo e Unidade entre as religiões, nenhuma dissensão infundada, somos todos sabedores das necessidades dos ritos  e dogmas até agora na sociedade planetária, muitos deles perenemente sacramentados como expressões das formas, forças e dons universais em benefício da raça humana e das sementes estelares em missões planetárias.

Estando nosso amado Mestre de Luz ainda em ações reformadoras no planeta Terra, o qual fez renascer também através de seu sangue divino vertido nos sulcos da terra inglória do Gólgota implacável, e onde o Calvário foi seu testemunho de assentimento aos desígnios do Pai,  a história de sua alma nobre, como um dos Filhos Diletos do Pai no Cosmos Infinito continuará viva em cada passagem de seu corpo imaculado na formosura dos enfeites inocentes das vias de vossas procissões do Via Crucis, em muitos logradouros planetários que conseguiram eternizar a  memória desta Sumidade, nessas vossas plagas terrenas de experiências evolutivas, como também representado o seu corpo magnífico através do pão e da hóstia dos templos católicos, haja vista que são simbolismos fecundantes da cristandade planetária.

Como chama de sua chama, vida de sua vida, luz de sua luz, hoje desço ao plano denso da matéria humana para fazer companhia a todos os povos que choram com ele a dor do seu aureolado e inesquecível  ‘CORPUS CHRISTI’.

Na minha mais amorosa irradiação de comunhão com todos os festejos crísticos desta hora em vosso orbe e com todos os amados seres planetários, deixo-vos, sobre as vossas cidades, o símbolo sagrado de nosso desforço sobre a Terra que, em breve, autorizarei à minha mensageira para confecção que resulte em adesão em massa, algo que vereis  em estado sonambúlico a partir desta data, e do qual só vos lembrareis quando  o virdes já moldado e divulgado, representando e agindo em vossas almas como um potencializador da mais pura vertente de Amor Divino, que possa vos auxiliar a transformar vossas índoles e pendores em mais expressivas e solidárias propostas de concretizações de vossa chama imortal de filhos do Todo Poderoso no Um de vossos destinos de ascensão impostergável e, para todo o sempre, irrevogável.
Com votos de paz permanente a alegria infinita, digo ainda que para sempre vos terei em conta, e que para sempre sereis meus amados e demais filhos diletos de meu Pai.

 EU SOU  MESTRA NADA
Mensagem telepática a Rosane Amantéa em 23 de junho de 2011, na cidade de Londrina- Paraná- Brasil.




QUARTA-FEIRA, 6 DE OUTUBRO DE 2010
ARUANDA, ESU E OS ESSÉIAS
REVELAÇÕES DE SANAT KUMARA

Salve a luz de todos os Mestres de Aruanda, pórticos da perene porvindoura iluminação da Terra !
Salve a plácida bonança dos tempos imemoriais da Unidade e da Perfeição !

Eu vos saúdo, fihos do mesmo Pai de todos os Kumaras e de todos os anciãos, de todos os reinos e de todos os seres da infinita e eterna Criação !

De galáxia em galáxia vínhamos perlustrando todas as sendas de conquista da sabedoria divina e do envolvimento com as aberturas das portentosas escamas energéticas da densidade da matéria. Eram verdadeiros portais de insofismável fortaleza cuidadora, que somente Deus poderia construir para adestrar os seus rebentos na Luz de Seu apoteótico Saber !

Bem além do que vossas mentes possam penetrar, um reino de deslumbramento me intrigara naquela ínterim de minha evolução, naquele tempo já desdobrada em milhares de faces de experiências na unicidade e integralidade da perfeição do Cosmos !

Fomos em comitivas e exércitos, muito antes que tomásseis conhecimento de que a Terra iria existir neste corpo nebulósico onde vossas almas transitam desde imemoriais transferências migratórias de vossos e outros bilhões de seres de outros continentes univérsicos.

Mestre Zerah nos convidava a conhecer um universo de tribos espetaculares em forma de bolhas cósmicas de cores múltiplas e fosforescentes, espraiadas em paisagens paradisíacas por aquele recanto galáctico, irmão paralelo de vosso universo físico, mas na dimensão mais quintessenciada que nossas almas já vividas em éons de estreitezas com as obras do Criador jamais havíamos penetrado até então.

Como governador de Alcíone, naquele tempo sem tempo, quando nem mesmo pensávamos que num tempo vosso de contingências evolutivas para a ascensão dos povos miscigenados da Terra essa mesma tenda de amparo divino a vossos espíritos, na forma de globo de um azul promissor, necessitaria da intervenção da Aruanda, a gigantesca nebulosa paralela à Via Láctea, sutilíssima e invisível em vossos céus, sobreposta galacticamente como outro universo de luzes ofuscantes, enfeitada pelas moradas cósmicas dos seres detentores dos mais esplêndidos poderes mágicos de transmutação alquímica de todos os elementos dos reinos materiais de vida, Mestre Zerah nos deu 7 chaves douradas de tamanho impensavelmente delicado.
Eram as 7 chaves dos templos mais ricos de Aruanda, dentre outros de encantadores diferentes estilos e atribuições onde, naquele interregno de tempo, quando chegou a nossa hora de estarmos com os deslumbrantes seres desta galáxia de grandeza incalculável, abriríamos com essas chaves os templos da Iniciação mas espetacular da 49- dimensão.

Zerah ou Hylion, que dentre outros expoentes de Sabedoria CosmoSolar, transmutado à dimensão de nosso plano, passando a habitar Vênus, por misteriosos, sábios, inquestionáveis e premonitórios desígnios divinos, trouxe aos Kumaras a sabedoria mais ancestral deste povo de nobreza, sabedoria divina e brancura cristalina exuberante, povoando o circuito venusiano de pulsação de vidas espirituais, além de nós, de parte da população daquelas esferas-moradas dos poderosos mestres alquímicos de Aruanda.

Chegaram ao nosso plano também nestas bolhas, cópias-maquetes de suas tribos, em tamanhos minimizados, tais quais naves transparentes, embora suas luzes em matizes fulgurantes, os milhares de seres de Aruanda que passariam a partilhar de nossas vidas em Vênus, a fim de que pudessem transmitir a nós e mais tarde à futura Terra, que nem mesmo existia, os galardões de sua sabedoria ancestralíssima, de éons dimensionalmente muito superiores aos que nós havíamos perlustrado em nossos próprios éons de jornadas e experienciações diversificadas em muitos milhares de planos dimensionais, em esquemas e gradações dos incontáveis planetas disponíveis no espaço, o útero materno da Divindade.

Essas bolhas vinham com o nome de tribos de Essânia, reinos de Essu, dado que, dentre elas, havia vindo para Vênus o seu governador Essu, o maior dos guerreiros Essus, ou essênios, ou esséias, aquele que aí na Terra chamais de Yeshua, ou Esu.
Sua alma gêmea, a Deusa Ishtar, passou a estar em Vênus e durante bilhões de séculos conviveram juntos, dando ao nosso próprio planeta o nome de Ishtar, pela cargo majoritário da Deusa Ishtar na condução de um de nossos maiores continentes venusianos. Passou Vênus a ter perante todos os majestosos governantes de orbes da mesma grandeza o referencial de Estrela Ishtar ou a Nova Essânea.

Naquele tempo Essu e Deusa Ishtar tiveram filhas de seu grande amor, as quais foram chamadas de 'As TheIshtaras' ou as semeadoras deThea, a aliança das 7.000 tribos de Deusas Femininas de Aruanda, dentre as milhões de tribos outras de Magos Brancos e Deusas-Mães dos novos fetos planetários semeados pela comunhão do Pai com a Mãe, Mãe-Espaço, nutridora de todos os planetas, estrelas e sóis, como regaço uterino da Polaridade Feminina da Criação, além do seu intrínseco atributo de Pomba Branca de Deus, ou a Voz Irradiadora da Vontade Divina.

Ambos, Essu e Deusa Ishtar ou Nadja, a estrela Ishtar, após éons em Vênus, vieram para a Terra, em missão neste vosso planeta que irá ser, daqui a alguns bilhões de anos, o Centro Planetário das Convenções dos Governantes da Via Láctea, após chegar aos padrões vibratórios de Vênus, tendo sido e agora ainda sendo restaurado de suas enfermidades planetárias mais impeditivas de sua permanência na órbita solar, pela intercessão dos Kumaras, guiados pelas tribos de Essu e Nadja e todas as outras fecundas, misteriosas, poderosas, transmutadoras e milagrosas Chamas Vivas, os seres de Aruanda, em seus beneplácitos corpos de luz, nos matizes mais divinos e resplandecentes que jamais havia contemplado, este que descortina a vós mais um dos véus de Ìsis: ARUANDA desvelada !

Provindos de Aruanda ou de Essânia, Essu e Nadja detinham, ao lado de todos os seus conterrâneos galácticos daquelas eras anteriores às suas descidas para Vênus, que compunham as tribos e cidades de arquitetuta indescritível, o conhecimento sagrado dos Códigos de Vibração das Virtudes da Coroa Divina, a AUM BAN DHAN.

Em Aruanda, a AUM BAN DHAN era e É, até que se dissipem todos os planos divinos quanto às vidas espirituais conscientes nos esquemas planetários de matéria fluídica universal, a FONTE SAGRADA de todos os registros e de todos os arsenais de condução cósmica dos corpos estelares e dos seres criados decaídos, desde os albores dos inícios de toda a Criação, no universo imediatamente mais próximo do nosso plano virginal, que possa ter sido a nossa estância primeira de vida como anjos em culpa, o portal primordial de nossas descidas às histórias de todos os seres criados, em viagem voluntária ao reino da materialidade e da instintividade.

Os Kumaras foram com suas 7 chaves cedidas por Zerah, o mestre de Essânea, o governador galáctico de Aruanda, apreender em seus respectivos 7 sagrados templos iniciáticos sobre os cristais espetaculares que aglutinam os completos e verdadeiros registros akáshicos siderais, de contextura fluídica e alcance magnético superiores ao total de dimensões de vossos universos materiais, onde toda a ciência divina de Alquimia e da Construção das Formas, dos Símbolos, os Elementos Sutis ou matrizes dos reinos elementares da Terra e de outros orbes e os arcabouços da Matemática e da Sabedoria Oculta sobre os Poderes Divinos ali estão representados, mas sob a égide condutora dos seus manipuladores mais ancestrais de toda a eternidade, os ARASHAS OU ORIXÁS conhecidos apenas pelos povos de ARUANDA.

Os 7 templos eram os reinos dos 7 ARASHAS de envergadura divina, ou os vossos 7 mais majestosos ORIXÁS dos cultos de AUM BAN DHAN, os que são genuinamente conectados às tribos essênias e aos exércitos de seus guardiões, os esséias, que, em Jesus e Nadja descendo a Vênus e posteriormente à Terra, deveriam trazê-los totalmente protegidos de todas as ciladas dos tempos da matéria e das circunstâncias da 'vida espiritual em vasos físicos' nesta matéria densa de vosso planeta, que os poderiam arrastar para esquemas de involução jamais possíveis para os seus postos ilustres nestas regiões paradisíacas da Luz Divina e de toda a Magia da Criação.

Os ESSÉIAS, e Yeshua era um deles, especializaram-se nos suprimentos de sabedoria sobre as propriedades e o eletromagnetismo dos átomos de todas as substâncias dos elementos de todos os planetas dos universos de vida material, mesmo que modificados por regime de adaptação em universos outros.
Polarizavam, em seus corpos translúcidos e fosforescentes, centenas de enigmáticos fulcros de transformações moleculares, tais quais centros de força incrivelmente possantes e determinadores do êxito dos objetivos que os faziam acioná-los.

A eles, seres robustos e altos, de antenas como as de Ísis, fazendo-nos crer, à primeira vista, que eram tais quais tótens cósmicos, e a vós tais quais vossos estigmatizados demônios, foram impingidos e neles incrustrados, na forma semelhante a de vigas de aço espiraladas, em movimento constante em seus corpos gigantescos, estes fulcros dissipadores de quaisquer resíduos cósmicos de dardos desferidos pelos sacerdotes galácticos do Mal (*).

Portando emblemas de seus meritórios serviços aos universos, com seus currículos sem condições de apreciação por vós e pelos vossos parâmetros de vosso tempo e de vossas medidas, o seu poderio da atuação abrangeria o domínio, a implantação, o controle e a superior administração de todos os elementos primordiais que formariam os reinos naturais dos planetas de primeira à quinta dimensão, e dentre eles a própria Terra, a fim de estabelecerem a ordem e o absoluto controle sobre todo o equilibrio da vida atômica, molecular e monádica dos reinos mineral, vegetal, animal e hominal e da substância etérica primária, o Éter Fìsico de cada moradia cósmica, até a completa ascensão dos seres às suas escadas convergentes para o Um, a Consciência Unificada em parte do Corpo Cósmico Divino.

Mais tarde voltariam, após ter sido Esu vitorioso no seu intento de Cristificar a Terra, para auxiliarem a humanidade no seu período cíclico mais difícil e mais intrincado, este vosso ciclo do vosso 'hoje', o qual a humanidade terrena está enfrentando com as suas inúmeras conjunturas e interferências de intentos díspares, de povos de muitos sóis, estrelas e planetas de universos vizinhos, para que a Terra que Cristo, como Esu, palmilhou, possa ser o novo Sol, daqui a bilhões de eras, sob o comando dos filhos de Zerah, os zeladores dos Discos Solares de poder sobre esta constelação Láctea, Akenathon e Nefertiti, enquanto que ainda agora, em vosso tempo atual, Esu e Nadja voltam ao cenário espiritual da Terra, como mantenedores da chama sagrada do Coração do Planeta Terra, através dos símbolos essênios da Cruz e do Coração, do Sol de 17 pontas de Aruanda e da Rosa Vermelha da pulsação da vida da Deusa Ishtar e suas Ishtaras.

Aruanda, os arashas, os essênios, os esséias, os venusianos e os seus filhos azuis que ascensionaram na Terra, e são hoje vossos mestres da Grande Fraternidade Branca Universal, estão todos mesclados há éons, tendo formado mais uma raça adjacente de todos os seus encontros de amor cósmico universal imaculado, a partir dos Erês, um dos reinos do Arasha Yori, ou as crianças espirituais da AUM BAN DHAN, quais sejam as que estais a conhecer como crianças indigo e crianças cristal, em próximas missões na Terra como os mais novos semeadores dos futuros radiosos que esperamos deste vosso grão estelar, quase extinto em tempos idos, pela força corrupta dos inimigos da luz nos bastidores da imensidão do espaço cósmico, cujos meandros sobre as suas vidas extrafísicas pululantes no mal ainda não tendes tido o total conhecimento.(**)

Tendo ESU descido à Terra como Jesus, ou como o Ser Alquímico Transmutador do Karma Coletivo da Humanidade, estava estabelecido em conselhos anteriores à formação da Terra que, como entidade responsável pela implantação da futura AUM BAN DHAN, a Doutrina da Magia Divina dos Arashas, e como o Instrutor do Mundo, por ser um esséia e abarcando em seu espírito magnífico e esplendoroso toda a riqueza de sua devoção e extrema conexão com o ARASHA ORIXALÁ, o célebre e divino sábio essênio-esséia encarnaria primeiramente na antiga Atlântida, como Mestre do Templo do Sol, em Tiahuanaco, auxiliando Tamathaê, seu filho em Vênus, a ser precursor dos cultos e celebrações de toda esta suntuosa e excelsa doutrina de Aruanda.

Tamathaê, João Evangelista ou Francisco de Assis, por sua vez, sempre teve sua contraparte gêmea no Universo Transdimensional do Triângulo e da Cruz, seu irmão hoje conhecido como Ramatis. Ambos, de forma natural, naquela época, habitavam um mesmo corpo na Atlântida, em alternâncias de identidades, por centenas de anos, até que Ramatis, em sua personalidade atlante, por dever fazer seu trabalho de plataforma de sua próxima condução da direção espiritual magística do Planeta Terra, como dirigente especial alquímico da nação brasileira, cujo regaço integra hoje algumas partes distintas da Atlântida e Lemúria, deixou-o aos cuidados de Esu e rumou para Vênus, transladando-se em questão de segundos, de onde enviaria instruções dele mesmo e de toda a sua bagagem em Ciência Ancestral Integral e dos recursos logísticos da magia alquímica dos seres de Aruanda, a esta altura já presente há éons em nosso esteio dálvico (estrela d 'alva- Vênus), alicerçando seu irmão gêmeo em carne humana nos confrontos de exorbitantes afrontas entre os templos da luz e os templos dos magos negros da época, provindos de Capela e outras estâncias cósmicas enfermas.

Aquele, entretanto, que ainda seria em vosso milênio atual de vidas carnais o vosso novo Instrutor do Mundo, Jesus Cristo, percorreu os intrincados caminhos da Terra logo que solidificada, pós suas eras de implantação em fogo cósmico, antes mesmo que encarnasse na Atlântida, como um Esséia enviado por Deus, pois antes mesmo que tivesse que passar pelos cravos cruéis da sua sangria, deixou cravadas as suas 7 ponteiras cósmicas na Terra, os punhais divinos dos 7 ARASHAS de Aruanda, em forma de símbolos da Essânea, entrecruzamentos vibratórios em forma de ' X ', o mais alto mistério dos 7 Templos dos ARASHAS, hoje sendo desvelado e utilizado em larga escala pelos EXUS DE LEI da Umbanda Esotérica ou Iniciática, esses os verdadeiros esséias ancestrais que conduzem milhares de seres adestrados a lhes representarem em patamares vibratórios de diversas funções hierárquicas especialmente de defesa física, psíquica e espiritual dos seres terráqueos.

Este episódio deslumbrante marca a chegada do espírito de ESU à Terra, marcando os territórios que comporiam os 7 chackras fundamentais da Terra, com a marca dos 7 Arashas ou Orixás Sagrados.

Dentre esses Chackras Sagrados, o seu centro, o seu sétimo entrecruzamento vibratório posiciona-se etérica, astral e geograficamente no aureolado Planalto Central do Brasil, nas Terras da Santa Cruz, Baratzil, já estabelecido sagradamente por decisão divina, por todas as eras da Terra, como o Olho de Hórus, o Olho de Cyclopea, o Olho de Deus na Terra, sob esta égide plasmadora do punhal central do ARASHA ESUXALÁ, ou seja ESU, na sua correspondência com ORIXALÁ, ou EXU DE LEI NA VIBRAÇÃO DE OXALÁ, na forma da Cruz, do Coração, do Disco Solar de 17 pontas e da Rosa Vermelha de Nadja de Ishtar, símbolos tombados definitivamente pela construção de Ramatis neste polo de imantações sagradas de Essânea, de Aruanda, da Grande Fraternidade Branca Universal e do Universo da Cruz e do Triângulo de Ramatis, tudo consubstanciado como esteios cósmicos sagrados na sua Metrópole do Grande Coração.


Para tanto, investiu ESU a sua essência ancestral esséica para agir nestes albores da respiração da Terra como planeta vivo que comportaria bilhões de seres decaídos em expurgo para seus retornos às fontes virginais de suas criações, acionado todos os seus poderes como Sagrado Esséia do Símbolo da Cruz, adaptando sua identificação tão pujante como o EXU DAS 7 ENCRUZILHADAS, ou das 7 CRUZES  DE ESU, na Sagrada Corrente Astral da AUM BAN DHAN, a verdadeira ' FONTE DOS ARASHAS DE ARUANDA ', sua morada cósmica ancestral.
Vênus, Aruanda, Ihstar, Essânea, Essênios, Esséias ou Exus Ancestrais, Cósmicos ou Coroados!  Todos polos e seres divinos em ação na Terra!

São os ESSÉIAS os vossos guardiões de todos os ciclos da Terra, os portentosos magos brancos dirigentes da corrente das Falanges de vários graus dos verdadeiros, e somente os autênticos, EXUS da vossa Umbanda do Brasil, os guerreiros da luz que vieram com Jesus duelar com os inimigos das vossas vidas em paulatina Ascensão.

O motivo de seu nome "Exu das 7 Encruzilhadas" foi para Jesus, Yeshua, ESU, Exu, Esséia das 7 ARASHAS OU VIRTUDES DIVINAS CRUZADAS, expressar à Terra a realeza e ascendência das FORÇAS DO ESPÍRITO X FORÇAS DA MATÉRIA, para o
 ' Combate Energético Espiritual Planetário e Cósmico '  mais esplendoroso, possante, arrojado e decisivo quanto ao entrecruzamento oposto das 7 simbologias satânicas que pretendem derrubar a Terra à vibração de planeta dominado pelos Magos Negros da Polaridade Inversa do vosso próprio Universo.

Agregando-se, ainda, a estes sagrados alicerces-ponteiras divinas de ESSUXALÁ,
responsáveis pela equalização da frequência dos chackras da Terra, a vibração própria dos sacerdotes magos brancos da Atlântida de pele vemelha, também provindos de Aruanda, conjuminaram-se as forças do ARASHA OXOSSI, o Orixá da Vida, por dirigir cosmicamente todo o movimento de fluxo e refluxo do prana, do oxigênio, da fotossíntese de toda a vegetação da Terra e, por correlação vibratória, entrecruzado em eixos cósmicos ainda para vós desconhecidos com o Orixá ou ARASHA ESSU, adquire a exponencialização como o ARASHA DA SABEDORIA COSMOTELÚRICA, ou o regente divino da frutificação e multiplicação de bens e frutos materiais e de dons espirituais aos seres terráqueos.

Tamathaê, Francisco de Assis, ou Kuthumi, após todo o preparo de ESU como Exu Ancestral das 7 Encruzilhadas, após a sua vinda como precursor da AUM BAN DHAN na Atlântida que o fez relembrar-se da sua vida em Vênus como seu ulterior filho missionário, e mais tarde acompanhando Jesus Cristo ao Gólgota, que transmutou seu corpo fluídico na própria Cruz Essênia de Aruanda, aportou no Brasil em meio às luzes rubis de Nadja e às dezenas de raios dos Mestres de Luz representantes da Verdade, da Justiça e do Amor Divinos, ainda embalado pelos retumbantes hinos das trombetas dos anjos e amparado pela espada de Arcanjo Miguel, anunciou-se em mensagem falada aos já preparados novos instrumentos medianeiros dos povos de Aruanda, como o CABOCLO DAS 7 ENCRUZILHADAS,  fundando a AUMBANDHAN no BRASIL, na frequência vibratória do ARASHA OXOSSI, como o Arauto de Aruanda ao lado de ESU.

Na burilação de seus equívocos espirituais pessoais ancestrais, Francisco de Assis desceu ao vosso planeta ao lado de Ramatis e de Esu para fundar na Terra, após todo a sua trajetória como esséia atuante na Atlântida como detentor de poderes de magia branca, e após seu apogeu como monge glorificado em penitência de abstinência afetiva, e posteriormente como Mestre Ascenso, as expressões de Luz Divina das tribos galácticas de Aruanda e de seus todos filhos em Vênus como escolha pessoal de seu ser ancestral para a conclusão de seu Missionato Galáctico próprio, paradigmas de evolução e ascensão de todos os seres criados. Como Kuthumi, deixa ele aos fiéis dos  pensamentos ainda segmentados as suas lições de humildade e sabedoria, aguardando o tempo da Unificação Triunfal, que ora se aproxima de todos os entendimentos humanos.

A Doutrina da AUM BAN DHAN, em moldes de dogmas próprios, embora polêmicos, detêm, como FONTE de todas as capacidades divinas as virtudes do AMOR, da SABEDORIA, da JUSTIÇA, da VERDADE, da BELEZA, da PUREZA, da VONTADE, da HUMILDADE, da FORTALEZA, da COMPREENSÃO, da FORÇA e PODER DECISÓRIO de seus ARASHAS, bem como os poderes da fluência, da coesão, da irradiação e da expansão da matéria e dos éteres cósmicos e telúricos, como recursos dispersivos de toda a torrente de mal que a humanidade vem suportando desde suas mais imemoriais idades, mas especialmente agora, pela derradeira fase cíclica da virada planetária, quando as insalubres forças da magia negra escancaram-se de forma aturdidora e venenosa.

Emprestou dos dicionários divinos esta Sagrada Corrente Ancestral da Verdade, como sábia disposição da Vontade Divina em semear a Terra de todas as sementes- fontes supremas de seu Amor e Compaixão pela humanidade, os nomes de todos os seres que se manifestam nos núcleos humanos espiritualistas, de ações dos povos anscestrais de Aruanda, para que fossem mais acessíveis a todas as classes de homens as prodigiosas capacidades de Deus através de seus Orixás, virtudes d ' ELE mesmo, por ser o sofrimento humano incalculável, por estes deuses ancestrais deterem poderes de resolvê-los ou amenizá-los e por nem todos disporem de oportunidades de acesso aos mananciais de culturas espirituais outras instituídas por elites de vosso mundo, sem que estejam com toda a Verdade e sem que sejam as priorizadas por nós ou que sejam melhores do que outras.

Ao lado de milhares de anjos e mestres trabalham na Terra e pela Terra os seres enviados pelos ARASHAS, os Esséias, os Erês, os Pais velhos e Caciques da Umbanda, dentre outras magistrais equipes de trabalhadores da luz, em plano espiritual nesta doutrina ancestral e preciosa, rica e estuante, laboram em vosso plano terrestre, especialmente no país de sua fundação, o Baratzil, terra das estrelas do Cruzeiro Divino ou Terra da Santa Cruz, o símbolo de ESU.

Mestre Zerah, como eu vos contava, tendo levado este que vos fala e milhares de seres de Vênus àqueles templos de Aruanda, há bilhões de éons, após transpostos, em segundos, diversos exuberantes túneis dimensionais, para além de todas as galáxias de estrelas inimagináveis por vossos parâmetros, culminou seu intento amoroso de nos fazer conhecer a história de ESU em Essânea-Aruanda, antes de sua vinda a Vênus, com a sua aquiescência de que moldássemos junto a todas as Confrarias dos Espíritos Ancestrais da Terra, como a Falange das Santas Almas do Cruzeiro Divino, as bases das 7 LINHAS da AUMBANDHAN no Brasil, pois que, tendo-a conhecido há bilhões de anos-luz, então, como as 7 vibrações divinas de espectro ultra frequencial das virtudes mais eloquentes de Deus, restava a este que vos fala, tendo aprendido, ao lado de Esu, Nadja, Kuthumi e Ramatis, as leis divinas dos ARASHAS, trazer à Terra, além de todo o amor que partiu do coração deste vosso intercessor, maiores condições de auxílio aos seres humanos, para enfrentarem o degládio insano com os seres trevosos destas dimensões estreitas de vida espiritual, mesmo enquanto dita Saint Germain todas as demais frequências de luz à disposição dos seres eternos, pois tudo jorra, como mecanismos vários de iluminação das consciências e alimento espiritual aos padrões mentais diversificados das crenças humanas, da mesma Fonte Incomensurável de Bênçãos do Pai Criador.

Aquelas 7 CHAVES dos 7 TEMPLOS que nos foram outorgadas para adentrar e conhecer, os reinos de ARUANDA, fizeram e fazem, até os dias de vosso hoje, todos nós, os 144 KUMARAS, nos CURVARMOS em REVERÊNCIA A ESU, A NADJA E A TODAS ESSAS TRIBOS DE ARUANDA QUE DISPÕEM DO ARSENAL DE SIMBOLOGIA CÓSMICA UNIVERSAL ANTES MESMO QUE NÓS, OS KUMARAS, TIVÉSSEMOS NOS ACERCADO DE NOSSO PADRÃO FREQUENCIAL DE SERES ENCARREGADOS DO RESGATE DA TERRA HÁ BILHÕES DE ANOS ATRÁS !
E ASSIM É !!!

Que a UNIDADE seja agora a "INSTAURAÇÃO DA VERDADE INTEGRAL" sobre a Terra !
Os homens da Terra, convivendo com luzes e trevas, devem abandonar os seus preconceitos e os atavismos obstrutivos da racionalidade espiritual de terceira dimensão e compreenderem que, afora todas as mistificações que rondam o terreno deste movimento de magia ancestral do "Povo de Aruanda na Terra", como aquelas que também há nos meios conhecidos como os dos "Mestres Ascensos", a não-discriminação e o trabalho conjunto devem ser as charruas que elevem a Terra à sua nova destinação de planeta regenerado, até que a sua alvorada dourada inicie a emitir definitivamente os seus raios de iluminação de todas as almas decaídas nos universos da matéria.

Embora a estranheza que advirá a milhares des seres humanos espiritualistas, o Povo de Aruanda e os ARASHAS, com seus Pais Velhos, Erês e Caciques, como todos os seres da Essânea e seus ESSÉIAS- EXUS, os Kumaras ou anciãos, os mestres do Espiritismo e os vossos idolatrados Mestres de Vênus ou Mestres Ascensos, compomos, "JUNTOS", uma mesma "Egrégora" daquilo que chamais de Governo Oculto do Mundo, ou a

" GRANDE FRATERNIDADE BRANCA UNIVERSAL ".

      "CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ !!!"  

SOMOS TODOS UM !!!            
                                           
                                SANAT KUMARA


Mensagem ditada a Rosane Amantéa em 05 de outubro de 2010.(*)  e (**)
Ler mensagem de Pietro Ubaldi " As religiões e a Evolução".  
                                             
 Nota: Fui atacada com ferocidade para não poder digitar esta mensagem. Mas ei-la !!! Graças ao Pai !!!









Postar um comentário

MInhas MeditAções em "Anjo de Luz"

Buddha Quotes

CENTRAL DE ATUALIZAÇÕES

Aqui estarão presentes Textos que nos remetem ao que realmente nos interessa nestes Tempos que são memoráveis : um Novo Ponto Real Frequencial!
Estaremos juntos para trocarmos com diversos autores e canalizadores!
Bem Vindos ao Novo Ponto de Encontro!

Doriana Tamburini

Loading...